header_blog-1.png

Visão Mundial dialoga sobre prevenção à violência infantil em evento do Senado Federal

 

É um direito de todas criança receber cuidados e crescer em um ambiente saudável e harmonioso para o seu pleno desenvolvimento. Porém, a realidade de muitas crianças no Brasil, sobretudo as mais vulneráveis socialmente, tem sido marcada por diversos tipos de violência. Com o objetivo de quebrar a cadeia da violência contra a criança nos primeiros anos de vida, a Visão Mundial Brasil participou da XI Semana de Valorização da Primeira Infância e Cultura da Paz, que aconteceu entre os dias 20 e 22 de novembro, em Brasília. O evento foi organizado pela Comissão de Valorização da Primeira Infância e Cultura da Paz do Senado Federal e teve como tema “A construção da Paz pela Primeira Infância: Parentalidade, Proteção e Promoção da Criança”.

bsb_semana da infância (11)
A Visão Mundial Brasil foi representada pela assessora nacional de proteção à infância, Karina Lira e protagonizou dois importantes painéis: “A paz nasce no coração e se constrói no diálogo”, onde debatemos a Cultura da Ternura; e “Estratégias para por fim à violência contra crianças”, onde apresentamos juntamente com representantes da Rede Nacional Primeira Infância (RNPI), a Pesquisa sobre a violência contra crianças e adolescentes – Percepções Públicas no Brasil.

Segundo Karina Lira, “a Semana de Valorização da Infância é um espaço fundamental de formação, atualização e fortalecimento e este ano traz um tema fundamental, pois abre a oportunidade de refletirmos sobre a importância da convivência e de ambientes saudáveis para a infância”. E continua: “A Visão Mundial irá contribuir com a reflexão sobre a importância no desenvolvimento de programas que fortaleçam vínculos e parentalidade social, e de políticas que reforcem os direitos de todas as crianças e adolescentes serem protegidos de qualquer forma de violência”, explicou Karina Lira, assessora nacional de proteção à infância da Visão Mundial Brasil.

bsb_semana primeira infância (9)

 

A pesquisa sobre a violência contra crianças e adolescentes, realizada pela Visão Mundial em parceria com o Instituto IPSOS, revela que entre os 13 países da América Latina que foram analisados, o Brasil lidera com 13% o ranking da percepção de alto risco de violência contra crianças, ficando à frente do México com 11%. Os dados da pesquisa também mostram que cerca de 70% dos brasileiros sentem que nos últimos cinco anos a violência contra as crianças e os adolescentes tem aumentado: três a cada 10 brasileiros conhecem pessoalmente uma vítima de violência infantil; 83% concordam que as consequências da violência podem aparecer nas relações sociais da vida adulta e o mesmo índice ocorre para os que acham que a violência tem efeito negativo na saúde infantil, seguido de 81% no resultado prejudicial à educação infantil.