header_blog-1.png

A prevenção aos homicídios de jovens é debatida em Fortaleza com a participação da Visão Mundial

 

O alto índice de homicídios de jovens em situação de vulnerabilidade social, no Ceará, tem chamado a atenção de organizações que trabalham com a defesa dos direitos das crianças e adolescentes. De acordo com o relatório do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, 514 jovens foram assassinados no Estado de janeiro a julho de 2018. Com o objetivo de buscar soluções que reduzam a criminalidade contra a juventude e incentivar a formação de políticas públicas que enfrentem essa grave situação, aconteceu de 12 a 17 de novembro, em Fortaleza, a Semana Estadual de Prevenção aos Homicídios de Jovens, que teve como tema Cada vida importa”.

semana violência_fortaleza (10)A Visão Mundial protagonizou três importantes momentos durante a Semana. A primeira atividade aconteceu em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura, Secretaria Estadual de Educação e Assembleia Legislativa. A Visão Mundial exibiu no tradicional Cineteatro São Luiz, dois documentários emocionantes para mais de 800 estudantes de escolas púbicas. O primeiro foi “Nossos Mortos Têm Voz”, uma produção da Quiprocó Filmes e Fórum Grita Baixada, que retrata a violência policial na Baixada Fluminense/RJ e o depoimento de mulheres que tiveram seus filhos assassinados por policiais militares. O outro documentário exibido foi o curta-metragem “Não Pare de Sonhar”, produzido por adolescentes da comunidade de Bom Jardim, em Fortaleza, e aborda a violência sofrida por adolescentes nas escolas, como por exemplo, o bullying.

Em um segundo momento, a Visão Mundial participou da “Marcha da Periferia”, uma caminhada urbana que denunciou a violência policial nas comunidades periféricas e pediu mais investimentos do governo em recursos para a cultura, educação e lazer. A marcha contou com participação de moradores das periferias de Fortaleza, e além da caminhada, houve apresentações culturais de artistas locais.

Para encerrar sua participação na Semana Estadual de Prevenção aos Homicídios de Jovens, a Visão Mundial participou de uma celebração religiosa na Igreja Presbiteriana Independente de Messejana. O encontro teve como objetivo orar pelas famílias vítimas de violência e pedir paz para a cidade de Fortaleza.

semana violência_fortaleza (11)Para Régis Pereira, coordenador do projeto #EuSintoNaPele, da Visão Mundial, “é preciso conscientizar as pessoas sobre os dados alarmantes de homicídios na adolescência como um ato de respeito à vida. Nós, enquanto cristãos, assumimos o compromisso de cuidar daqueles que sofrem, e oramos a Deus para que os nossos adolescentes possam encontrar oportunidades para crescerem livres de qualquer tipo de violência”, afirmou Régis.

A Visão Mundial faz parte do Fórum Popular de Segurança Pública do Estado do Ceará desde 2017, e colaborou com a realização da Semana Estadual de Prevenção aos Homicídios de Jovens em parceria com o Unicef, Movimento Cada Vida Importa, Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA), Fórum DCA, Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA), Fórum Popular de Segurança Pública, Assembleia Legislativa Governo do Estado do Ceará.