Crianças venezuelanas trocam as dificuldades do refúgio por confete, serpentina e caem na folia

As crianças venezuelanas migrantes que vivem em Roraima trocaram as dificuldades do refúgio por confete, serpentina e caíram na folia! Em uma semana cheia de brincadeiras, 400 meninas e meninos participaram das festividades de carnaval nos Espaços Amigáveis Super Panas em Boa Vista e Pacaraima.

A programação foi super animada! Teve pinturas no rosto, oficinas e desfiles de fantasias e máscaras, concurso do rei e rainha do carnaval, exposição de desenhos e histórias carnavalescas, além de muita dança com os ritmos do carnaval brasileiro e venezuelano. E pra completar a alegria da criançada, todos receberam lanches e doces gratuitamente.

Mas nem tudo é diversão no Carnaval. Infelizmente, durante essa época do ano, milhares de crianças são abusadas sexualmente ou exploradas através do trabalho infantil. Para combater essas violências, a Visão Mundial também promoveu nos Espaços Amigáveis rodas de diálogos sobre proteção à infância, orientando 150 pais e mães a prevenir e combater os abusos contra os pequenos nos dias de folia.

As atividades culturais são uma iniciativa da Visão Mundial em parceria com a Operação Acolhida e UNICEF na resposta à emergência da crise migratória venezuelana.

Veja a galeria de fotos:

Deixe uma resposta