Lucimar: “Eu tenho problema de diabetes, pressão alta, e não posso sair para trabalhar. Essa doação é muito importante para nossa família”

Lucimar tem 57 anos, é mãe de cinco filhos e avó de 4 netos. Junto com a família, ela mora no bairro do Uruguai em Salvador (BA) e enfrenta o período de pandemia com muita dificuldade. Antes das medidas de isolamento social, conseguia manter a casa com a venda de lanches nas ruas do bairro. Mas, com a chegada da pandemia, ela, que tem diabetes e pressão alta, teve que optar por não colocar a saúde e a vida em risco.

“Eu estava passando uma necessidade muito grande, sem alimento em casa, porque estou desempregada e sem recursos. A única pessoa que me ajudava era a minha mãe”, conta Lucimar que agora está com a mãe doente. “Ficou muito difícil. Eu não sou uma pessoa parada, mas no momento não está se achando nada por causa da pandemia. O bairro está fechado, tudo parado, e a gente estava precisando muito de ajuda”, relata Lucimar, que sem poder trabalhar ou sair de casa, conta apenas com a solidariedade para manter a família.

Lucimar foi uma das beneficiadas com a doação mensal de 1.200 cestas de alimentos distribuídas em Salvador pela Visão Mundial em parceria com a XP Investimentos, durante três meses. “Essa doação é muito importante para nossa família porque é uma cesta muito completa, onde vem os alimentos, uma quantidade boa que dá para passar muitos dias”, comemora Lucimar.

Assim como a família de Lucimar, outras 15 mil famílias em oito estados brasileiros receberam as doações em um total estimado de mais de 65 mil pessoas alcançadas de abril a junho.

Assista no vídeo a seguir um pouco mais da história de Lucimar:

Texto: Ana Luz / Visão Mundial Brasil
Imagens: Gabriel Dias / Visão Mundial Brasil