Em Recife, projeto Pastores pela Vida leva apoio e inspiração durante a pandemia

A pandemia de COVID-19 tem afetado diretamente muitos pastores e líderes religiosos. Com as igrejas fechadas, aumentam as dificuldades para manter os projetos sociais que lideram, assim como para manterem a si e a suas famílias. Para tentar amenizar o impacto da pandemia na vida de pastores e pastoras que trabalham nas comunidades mais vulneráveis, a Visão Mundial desenvolveu o projeto Pastores pela Vida. Em Recife (PE), o pastor Geibson Douglas é uma das lideranças apoiadas pelo projeto.

Aos 58 anos, Geibson Douglas é pastor da Igreja Batista Nacional em Coqueiral e dedica a sua vida única e exclusivamente para cuidar da igreja e fazer diferença na comunidade. “Certa vez, me fizeram uma pergunta: ‘se a sua igreja fosse retirada da comunidade, essa comunidade iria sentir falta dessa igreja?’ Essa pergunta mexeu muito comigo e, a partir de então, até hoje, graças a Deus, nossa igreja é um diferencial nessa comunidade”, conta o pastor, que mesmo com o fechamento do templo, por conta da pandemia, mantém o trabalho de assistência à comunidade.

Pastor há 35 anos, a dedicação e o cuidado de Geibson com a igreja é feito de forma integral. “Eu vivo exclusivamente do sustento da igreja e eu vivo para a igreja 24h, atendendo às demandas, às necessidades dos irmãos e cuidando de famílias”, afirma. Com a suspensão das reuniões devido à pandemia, os recursos que mantêm a igreja e o pastor diminuíram significativamente. A provisão acaba chegando de outra forma, entre elas o apoio financeiro por meio do projeto Pastores pela Vida – que também tem servido de inspiração para o pastor para realizar campanhas na comunidade e ajudar a ainda mais famílias. Com a ajuda de parceiros e amigos, a igreja mantém o trabalho de entrega de cestas básicas, kits de higiene e de limpeza às famílias mais necessitadas do bairro durante os meses de pandemia.

Pastor Geibson Douglas dedica-se integralmente a atender à igreja e à comunidade do Coqueiral, em Recife (PE)

Atualmente, 98 pastores e pastoras recebem apoio por meio do projeto Pastores pela Vida, com valores que variam de R$ 150 a R$ 500. As lideranças cadastradas foram identificadas nos estados de Pernambuco, Ceará, Alagoas, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro. A intenção é que todos os 202 pastores cadastrados passem a receber o apoio, tão necessário nesse momento de pandemia. Estão aptos a receber a ajuda, igrejas de comunidades da periferia, igrejas onde a Visão Mundial já está presente, famílias que dependem exclusivamente da ajuda mensal da igreja, igrejas de até 150 membros, e igrejas que estejam fechadas, respeitando o distanciamento social. A meta do projeto que, também depende de doações, é chegar aos 23 Estados onde a Visão Mundial atua. No Brasil, a ONG cristã possui uma rede de 372 igrejas apoiadoras espalhadas por todas as regiões do território nacional.

Segundo o pastor Geibson, o trabalho de assistência da igreja, essencial para o bairro do Coqueiral, permaneceu graças a esse auxílio. “A Visão Mundial, através do projeto Pastores pela Vida, tem nos dado de fato uma contribuição substancial, nos ajudando com um auxílio emergencial que tem sido uma benção e isso nos possibilita a continuar trabalhando”, afirma. “A igreja está situada em uma comunidade pobre e nós vamos agora nos organizar, nos planejar, orar, pedir a Deus, estimular a fé que nós temos para que a gente possa, no tempo hábil, retornar nossas atividades, entendendo que a igreja tem sido esse instrumento tão necessário para a comunidade e para a vida das pessoas.”

Assista o vídeo a seguir e conheça um pouco mais sobre a história do pastor Geibson:

Para saber mais e fazer doações para o projeto Pastores pela Vida, acesse https://doar.visaomundial.org/pastorespelavida

Texto: Ana Luz / Visão Mundial Brasil
Imagens: Álvaro Júnior / Visão Mundial Brasil