Visão Mundial e Banco Comunitário Santa Luzia apoiam micro e pequenos empreendedores de Salvador afetados pela pandemia

A Visão Mundial anunciou uma parceria com o Banco Comunitário Santa Luzia, em Salvador (BA). A iniciativa irá apoiar financeiramente, nos meses de julho e agosto, 40 micro e pequenos empreendedores afetados diretamente pela crise causada pela pandemia de COVID-19.

Foram escolhidos empreendedores que possuem filhos e filhas atendidas pela Visão Mundial no bairro do Uruguai. A iniciativa é mais um dos diversos esforços da ONG no enfrentamento à crise causada pelo novo coronavírus no Brasil, que tem agravado ainda mais a situação de famílias em estado de vulnerabilidade.

Cada empreendedor receberá duas parcelas no valor de R$ 300 cada, como uma forma também de fortalecer o comércio local. Para isso, o valor será doado às famílias mapeadas por meio da moeda social Umoja, criada pelo Banco Comunitário Santa Luzia e já utilizada no bairro. A gestão desses valores será feita pelo próprio banco, por meio do recebimento dos valores doados.

“Por meio desse auxílio financeiro, estes empreendedores terão maior segurança para enfrentar a redução econômica sofrida desde o início da pandemia. A maioria dos empreendedores beneficiados possuem pequenos negócios familiares, que movimentam o comércio do bairro, mas que, com as medidas de isolamento e prevenção ao COVID-19, acabaram perdendo a fonte de renda”, explica Sueli Catarina de Carvalho, gerente de território da Visão Mundial para a Bahia.

“A parceria vai fomentar o consumo na comunidade, ou seja vai propiciar que comprem e comercializem na comunidade. E o mais importante: utilizando uma ferramenta local como a moeda social Umoja”, afirma Carlos Eduardo Barbosa, articulador social do Banco Comunitário Santa Luzia. “Fortalecer as experiências de finanças solidárias nas comunidades periféricas é basilar para o aquecimento da economia local nesse momento de pandemia. Por isso celebramos essa parceria”, completa

Sobre a Visão Mundial
A Visão Mundial é uma organização humanitária cristã dedicada a trabalhar com crianças, famílias e suas comunidades para atingir todo o seu potencial, combatendo as causas da pobreza e da injustiça. A organização está no Brasil desde 1975 atuando por meio de programas e projetos nas áreas de proteção, educação, advocacy e emergência, priorizando crianças e adolescentes que vivem em situações de vulnerabilidades.

Sobre o Banco Comunitário Santa Luzia
Fundado em 2000, o Banco Comunitário Santa Luzia é uma iniciativa que coloca em prática metodologias de economia solidária. Atuante na península de Itapagipe, a organização promove o desenvolvimento local por meio do fortalecimento e capitalização de pequenas atividades econômicas, gerenciamento de recursos e processo educativo.